04 maio 2013

Critica: Hannibal 1 x 5 - Coquiles

                   
Bom.. Cheguei! Nem foi novidade pra ninguém, né? Cedo ou tarde estou sempre aqui, haha. Antes de começar a ler, comece por esses: ApéritifAmuse Bouche e Potage. Assim você não ficará perdido. Cuidado, se não viu os episódios não leia, ok?    

Não, você não leu errado. O episodio 4 foi cancelado temporariamente por causa da Bomba de Boston. Pularam para o episodio 5 de uma vez. Achei muita sacanagem. Mas como o Show não pode parar, vamos começar logo por  que eu tenho mais que fazer por aqui. Minha opinião abaixo. 

Pelo Preview e pela imagem acima eu podia jurar que seria o melhor episodio de todos exibidos até o momento. Foi tão maçante que no decorrer de tudo deu vontade de parar de assistir. Pensei que a historia dos anjos humanos fosse bem mais interessante. Mas vamos com calma aos fatos. 

Lecter meio que estava fazendo a cabeça de todos de um jeito bem sutil para ficarem todos contra Jack. Foi isso pelo que eu entendi. Achei bem chatinho o episodio focar na mulher dele sobre do mimimi todo de não contar sobre o câncer.  Todas as mulheres são assim? Ficam sem falar sobre o que acontece com elas e tal? Apesar de parecer que não existe amor no relacionamento de Jack e sua esposa, acho que deveria ter ao menos confiança um ao outro. Pra que contar quando a doença estiver avançada demais? Se não fosse a esposa do criminoso da vez contar como seu marido se sentia nos últimos dias(ele também tinha câncer ) ele nunca descobriria. 

Fico impressionado com Lecter e seu olfato.  Do nada ele descobre o câncer de Bella só pelo cheiro. Acho que descobrimos um cara que foi cachorro na próxima encarnação.  haha.  O psicopata da vez pegava suas vitimas, fazia a pele de suas costas (como você pode ver a foto ali em  cima) e botavam eles de anjo  perto do pé da cama ou do lugar que ele estivesse para que ele não morra mais depressa por causa de sua doença na cabeça. Pensou que só assim não morreria dormindo.  Não gostei do desfecho e acho que pode ter alguém por trás na hora de montar essas ''esculturas''. Como ele fez aquilo sozinho no final? Impossível! Acho que meio que erraram. Mas o modo de escolha de matar suas vitimas foi sensato.  

Um comentário:

  1. Resumo ou avaliação, como queira chamar, mal feito demais.

    ResponderExcluir