02 outubro 2011

Barulho + Sons

Dica do dia: mesmo se for domingo, olhe para os dois lados antes de atravessar a rua, para você não ouvir um “Corre, Gordão!” por algum maloqueiro que vem correndo e quase passa por cima de você na faixa de pedestre. +sério + realidade

Depois de passar essa dica tão... inútil, venho falar sobre uma coisa que faz muita gente ter vontade de mandar a pessoa ir pastar no pasto (ah, vá): sons

  Quem nunca esteve dormindo um sono tranquilo e foi acordado por aqueles batidões de carros que passam na velocidade da luz, batidões que fazem sua casa tremer? Sinceramente? Eles deveriam enfiar os sons desses ''possantes'' no rabo da mãe deles; e mulher nenhuma gosta de ouvir isso (mentira, tem as Marias gasolina, mas isso é um caso à parte). Ele quer pagar de fodão? Desculpa, amigo, mas você tá pagando de babaca no meio de milhares de pessoas, e isso é legal em um único lugar: fúria sobre rodas - onde tem milhares de pessoas como você ou tenha  miolos o suficiente para fazer essa caralhada toda em um lugar onde não haja gente o suficiente para reclamar.

Semana passada fiquei internado porque minha pressão ficou mais alta do que o homem mais alto do mundo; poderia contar detalhes, mas isso fica para outro dia. Então, como estava chegando o fim de semana e o hospital fica de frente para um posto de gasolina no centro, e a janela fica bem de frente para ele, perto das 23h30 começou o festival de batidão - TUNTS TUNTS – e, na mesma hora, eu pensei “vai ter festa no hospital e todos os moribundos vão sair para fazer barulho”. Sacanagem, né? Tanto lugar nessa cidade e resolvem passar fazendo barulho justamente em um lugar onde as pessoas precisam de descanso.

Ok, voltando para as polêmicas,  não falando de mamilos e, sim, dos terríveis celulares e fones de ouvido.

     Em plena manhã de segunda-feira, você pegou o ônibus para trabalhar e só restava um lugar ao fundo para se sentar; é nesse exato lugar que seus ouvidos vão sofrer. Pois um daqueles típicos  ''manos'' do gueto estava do seu lado, ouvindo aqueles funks logo cedo, com a altura do som, que não estava muito alta e nem muita baixa, mas incomoda não só o trabalhador, mas, também, quem estiver mais próximo.

Tem também aqueles posers que tem um celular *FODA* ou que pelo menos pensam ser e ficam andando pela rua com um fone grudado no ouvido. Aqueles que ouvem música alta, MUITO alta, ecoando pela rua, por onde quer que a pessoa passe. Com isso, todos olham para ela com cara de: “Jesus, se ela tá com o fone, por que ela não bota só para ELA escutar?''. No meu bairro mesmo, tem um exemplo de uma mulher, que bota o fone para todo mundo escutar. Agora imagine a música: “Chão! Chão! Chão!” e ainda fica gritando, já que não consegue escutar nada. Sim, ela não merece respeito perante a sociedade.

Espero que tenham gostado deste post sobre sons e, se você não gostou, problema seu, você leu mesmo assim, né? Então, claro, se você está entre amigos e um lugar longe de gente chata, bote seu fone no último para eles escutarem. Caso você queira fazer um pega, faça de velotrol na garagem da sua casa, que vai ser mais interessante (mentira, nem é). Sai buzinando por aí, mas desde que você respeite os outros.

P.S.: Votem na enquete que vai estar ali em cima.
P.S.2: Se gostou, espalhe isso... Ou não.
P.S.3: Escrevi isso à 00h18, então tenha consideração e poste pelo menos um comentário.

                                                                                              

10 comentários:

  1. Esse pessoal com seus funks mega alto no celular são extremamente ridículos, pensam que estão abalado ._.

    ResponderExcluir
  2. Foda mesmo é nego que passa na rua com o celular na mão, ouvindo Hip-Hop, ou Funk, e acha que tão abalando as estrutura.

    É de tirar do sério.

    ResponderExcluir
  3. Haha, bom post o/
    Só adicionando aqueles posers que ficam ouvindo músicas com cara de badass e sequer sabe o que está ouvindo.

    ResponderExcluir
  4. E aqui em Salvador sofremos isso com pagode.
    Tá fácil pra ninguém.

    ResponderExcluir
  5. legal é quando vc esta vendo tv e na hora que o car vai dizer algo interessante passa um carro com som mega alto kkk

    ResponderExcluir
  6. Cê nasceu debaixo da escada, não é possível! masiodaskdoisadoisakdoksoakdosakdo e o mundo acabará ano que vem se pessoas ainda ouvirem funk compartilhadamente.

    ResponderExcluir
  7. Aqui é funk + pagode + música gaúcha. Eu sofro, e não é nem por não gostar de nenhum destes estilos, mas sim pela falta de respeito com o pessoal.

    ResponderExcluir
  8. Só posso dizer >>> Tchum, Tchum, Tchum, Tchum... Kkkkkk adoro funk e ouço sempre no fone, mais respeito o próximo ouvindo só para mim. Parabéns, espero que as pessoas que fazem isso, após leem esse post acabem percebendo o quanto ridículos são e pare de incomodar. [ chá de simoncou neles ] Kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  9. O foda é que esse povo que entra dentro de onibus e ve o aviso de proibido e ainda ligam o celular tocando essas musicas alta,

    ResponderExcluir
  10. Já tomei raiva de N músicas por causa de carros passando com o volume máximo de noite aqui perto de casa.
    Loca, da Shakira é a primeira da lista.

    ResponderExcluir